quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

as palavras sofrem / Naturopatia ou naturoterapia?

Ouço muito falar sobre a naturopatia, que seria o tratamento de saúde baseado em produtos naturais. Acho estranho. Do latim natura «natureza» e do grego páthos «doença» e -ia, naturopatia seria algo como 'doença natural'... Que coisa! Acho que o correto seria naturoterapia, terapia natural. Assim como fisioterapia, psicoterapia, musicoterapia etc.

Mas aí alguém poderá dizer: mas, e a homeopatia? Também termina com o sufixo 'patia'.

Trata-se de um caso diferente. Homeo, no grego, significa 'igual', 'semelhante'. Patia, já vimos, significa 'doença'.  Então, seria algo como 'igual à doença'. E a homeopatia é exatamente isso: uma terapia que utiliza substâncias que, em doses elevadas, dadas a pessoas sadias, seria capaz de produzir os mesmos sintomas da doença que se quer combater, mas administradas sob forma diluída e em pequeníssimas doses a um doente, pode levá-lo a curar-se.

Por isso, uso somente a forma 'naturoterapia'.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Hibisco vermelho dobrado (Hibiscus mutabilis)



O hibisco vermelho dobrado é planta ornamental e - dizem - medicinal. É também chamada de rosa louca ou rosa de algodão. O nome científico é Hibiscus mutabilis, pelo que vi. Essas fotografias tirei em Tatuí, na Rua Antonio Xavier de Freitas.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

minhas listas / Vocabulário extravagante do Golpe de 2016

(em construção)

Blogueiros sujos - Blogueiros que se opõem ao Golpe. A expressão foi criada por José Serra PSDB, alvo constante de blogueiros progressistas. 

Bolsomínions = seguidores de Bolsonaro, deputado acusado de vários crimes.

Botafogo = Codinome de Rodrigo Maia DEM RJ, presidente da Câmara dos Deputados, na lista de propinas da Odebrecht.

Cachorros loucos = extremistas de direita que praticam atos e falas violentos contra militantes de esquerda ou que se pareçam com eles. Atribuo a criação da expressão ao escritor Osvaldo Bertolino.

Careca = Codinome de José Serra, PSDB SP, senador, na lista de propinas da Odebrecht.

Fake news  = Notícias fabricadas e inverídicas.

Ghost news = Notícias que a mídia dominante esconde.

Gripado = Codinome do deputado Agripino Maia na lista de propinas da Odebrecht.

Índio = Alcunha de Eunício Oliveira, MDB CE, presidente do Senado, na lista de propinas da Odebrecht.

Judge Murrow = Sérgio Moro na fala do jornalista Paulo Henrique Amorim, imitando os americanos ligados ao Golpe.

Manifestoche - Manifestantes manipulados pela mídia, como fantoches. O termo foi lançado por escola de samba no carnaval do Rio 2018. 

Midiota = Pessoas inteligentes, mas que se comportam como idiotas por repetir sem refletir o que a mídia golpista leva às pessoas. Termo talvez criado mas certamente utilizado pelo jornalista Luciano Martins Costa.

Mineirinho = Codinome de Aécio Neves, senador, PSDB MG, na lista de propinas da Odebrecht.

MT = Alcunha de Michel Temer, que ocupa a presidência da República, MDB SP, na lista de propinas da Odebrecht.

Pastor-coronel - Pastores evangélicos que tratam seus correligionários religiosos como seus subordinados políticos. Termo criado pelo pastor Ariovaldo Ramos. Exemplo de pastor-coronel: Silas Malafaia.

Petralha = Petista corrupto. Este termo é muito utilizado por pessoas ligadas ao Golpe, mas foi criado pelo jornalista Reinaldo Azevedo por volta de 2002, após a morte de Celso Daniel, prefeito de Santo André SP. Azevedo estava magoado com o PT porque o partido teria fechado uma revista sua, conforme declarou no programa Roda Viva da TV Cultura em 14/11/2016.

Phishing news = Notícia criada pela mídia dominante para desviar a atenção do leitor/expectador de fato que deseja esconder.

Prefake = Nome dado a João Dória, que assumiu a prefeitura de São Paulo, mas trata de sua pretensa candidatura à presidência da República, não se importando com a cidade, sendo criticado publicamente e em vídeo por Alberto Goldman, vice-presidente nacional do seu partido, o PSDB. Nome é atribuído ao escritor Palmério Dória.

Rouboanel - Referência à corrupção na construção do rodoanel Mário Covas, em São Paulo.

Santo = Codinome de Geraldo Alckmin, PSDB SP, governador de SP, na lista de propinas da Odebrecht.

Transnacionais (brasileiros transnacionais) = são aqueles que, embora tenham nascido no Brasil, gostariam de ser cidadãos de outros países, em particular dos Estados Unidos. Expressão criada, provavelmente, pelo almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, preso na Operação Lava Jato, interrompendo o programa de submarino nuclear brasileiro. Exemplo de transnacional: Jair Bolsonaro.

Tucanalha - Tucano (PSDB) corrupto. Termo criado para se opor a petralha.

Véia = Codinome da senadora Ana Amélia, PP RS, na lista de propinas da Odebrecht.

Página do Diário de Tatuí no Facebook atinge 5.000 likes


Nesta segunda-feira, dia 19, nossa página no Facebook do Diário de Tatuí atingiu a marca de cinco mil curtidas. É motivo de agradecer a Deus e à boa recepção do povo tatuiano ao nosso jornal online.

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Salmo 1 - uma paráfrase

Certo está o homem que não se deixa influenciar por pessoas sem piedade;
que não perde tempo com aqueles que pretendem prejudicar o semelhante;
que não se junta àqueles que tem prazer em difamar as pessoas.

Mas que tem a sua felicidade na comunhão com Deus, 
e Nele medita constantemente.

Pois terá segurança em seus atos,
viverá em paz
e terá sucesso em seu trabalho.

O homem impiedoso não é assim,
mas sua vida é um caos.
Não está preparado para se encontrar com Deus
nem consegue permanecer na Igreja.

Porque Deus está no caminho dos justos;
mas a vida do homem errado terminará mal.

sábado, 17 de fevereiro de 2018

pergunta / Como saber se temos excesso de ácido clorídrico no estômago ou hipocloridria?

Rubens Oficial: Dr. Juliano Teles, como saber se temos excesso de ácido clorídrico no estômago ou hipocloridria?

Dr Juliano Teles: Bom dia. Existe um exame chamado PHmetria que mede o PH do estômago ou esôfago em 24 hs que confirma ou descarta a hipocloridria. Normalmente depois dos 40 anos é comum a hipocloridria e a necessidade de usar enzimas digestivas.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

minhas listas / PANC que já consumi

PANC é o acrônimo que se dá às Plantas Alimentícias Não Convencionais. Como o termo é extensivo a partes não convencionais de alimentos convencionais, então sugiro que também signifique Partes Alimentícias Não Convencionais. Anoto aqui mais uma vez que o acrônimo já é plural e, por isso, evito a forma Pancs. Inicio aqui minha lista de Panc que já consumi.


  1. abacate (caroço)
  2. abacaxi (casca)
  3. almeirão roxo
  4. batata (casca)
  5. beldroega, portulaca
  6. cambuquira, broto de aboboreira
  7. capuchinha (flor)
  8. cará-moela
  9. caruru, amaranto
  10. celósia, amaranto africano, crista de galo (folhas)
  11. chapéu de sol (fruto)
  12. chapéu de sol (castanha)
  13. couve do talo roxo.
  14. crepe japonês
  15. dente de leão
  16. Emília, serralhinha, pincel
  17. Feijão guandu (seco e verde), Cajanus cajan.
  18. hibisco-colibri, malvavisco (flor)
  19. Hovenia dulcis (fruto)
  20. ingá
  21. ipê amarelo (flor)
  22. jasmim manga (flor)
  23. jerivá
  24. manjericão (flor)
  25. mentruz
  26. ora-pro-nobis
  27. rabanete (folhas)
  28. rosa (flor)
  29. seriguela (frutos e folhas)
  30. serralha
  31. Talina, major gomes, bênção de Deus, beldroegão
  32. Trapoeraba (folhas ferventadas e flores cruas)
  33. Turnera, chanana, flor-do-Guarujá (flores).

penso eu / Intervenção militar no Rio

A decisão de Michel Temer, que ocupa a presidência da República, de intervir no Rio de Janeiro com as Forças Armadas, tem objetivo político, procura aprovação de pessoas que gostam de Jair Bolsonaro. Aliás, o próprio Bolsonaro percebeu isso e se manifestou contrário ao que ele chamou de farsa. Nos EUA é comum um presidente declarar guerra para melhorar seu índice de aprovação popular.

Mas há outra motivação: o desfile da escola de samba Tuiuti, que criticou duramente o (des)governo, e a faixa colocada na favela da Rocinha com os dizeres "se Lula for preso, o morro desce". A intervenção das forças armadas, então, tem também a intensão de desqualificar essas manifestações populares.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Panc do dia: flor de manjericão


O manjericão é uma erva alimentícia, aromática e medicinal de ampla utilização no Brasil e no mundo. Quem planta manjericão sabe que, para melhor desenvolvimento de suas folhas, deve-se cortar as flores, o que é feito regularmente. O que as pessoas esquecem é que as flores podem ser aproveitadas. Elas são muito aromáticas e dão um sabor maravilhoso aos pratos em geral. Eu utilizo.

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Boldo Brasileiro - Plectranthus barbatus

Minha família sempre usou boldo brasileiro como remédio para indigestão. Chamávamos de 'calomba'. Os mais antigos ainda o chamam assim, em Tatuí. Não encontrei esse nome na literatura, mas, e daí?, a gente coloca! Nada a ver com a calumba, que é outra planta. É chamada por alguns de boldo do Chile, mas é um equívoco. É um falso boldo. Em alguns lugares é conhecida por boldo de jardim. O nome científico Plectranthus barbatus ou Coleus barbatus, não sei o porquê dos dois nomes. Vi na internet para vender cápsulas de 300 mg de boldo brasileiro para serem tomadas duas vezes ao dia. Então resolvi desidratar um galho da planta para usar quando não dispuser de folhas frescas.

A substância importante é a boldina, um princípio ativo de ação diurética suave e que aumenta a secreção biliar, atuando na digestão de gorduras e na absorção de nutrientes, como as vitaminas A, D, E e K, pelo organismo. Isto é remédio para fezes excessivamente gordurosas (esteatorréia). Li que os índios utilizam o Plectranthus para combater os vermes e as doenças hepáticas.

Vejam os benefícios que o boldo brasileiro proporciona (é o que encontrei na internet): diurético, laxante, bom para problemas hepáticos, anti-icterícia, combate a gota, tratamento de problemas gastrointestinais, combate o reumatismo e os vermes.

Boldo brasileiro
Vera Holtz no Instagram

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Sobre as PANC

Vocês já devem ter ouvido falar muito em PANCs, plural de PANC. No entanto, é um equívoco. PANC significa Plantas Alimentícias Não Convencionais, ou seja, já está no plural. Assim, beldroega e caruru são duas PANC e não duas PANCs.

O termo PANC foi criado para designar aquelas plantas alimentícias que não consumidas no dia a dia das pessoas, que não se acha para comprar no comércio. Uma planta pode ser PANC numa região e não ser em outra, depende dos costumes culinários de cada comunidade.

O termo também é usado para partes não convencionais de plantas convencionais. Folha de batata doce, semente de jaca, coração de bananeira...  Pode-se dizer que são PANC: partes alimentícias não convencionais.

Eu fico maravilhado em saber que muitos matos são na verdade hortaliças. Que muitas plantas ornamentais e flores são alimentos. E que muitas ervas medicinais são trofoterápicas, nutricêuticas. Que muitas flores que cobrem o chão poderiam estar em nossos pratos.