sábado, 31 de dezembro de 2016

álbum / Com Thor (gato) e Leo, na casa do Bruno, em Sorocaba SP

Foto de Bruno Antunes

domingo, 25 de dezembro de 2016

caderno / Rodrigo Tudor prevê que quem não saiu não vai voltar e quem não subiu vai cair

O vidente brasileiro Rodrigo Tudor pode entrar para o Guinness Book com a previsão mais rapidamente desmentida. Ele foi convidado para o programa Melhor Pra Você, da Rede TV e, no dia da entrevista, 06/12/2016, ocorreu o afastamento liminar de Renan Calheiros da presidência do Senado pelo ministro Marco Aurélio Mello, do STF. Perguntado, Tudor respondeu que o afastamento de Renan era definitivo e que o vice-presidente, que assumiria em seu lugar, também cairia. Mas, antes de ser intimado da liminar, Renan foi mantido na presidência do Senado pelo plenário do STF. Assim, foi previsto que não voltaria quem jamais saiu e que cairia quem nunca subiu.

estudos / palavras em desuso: MALEMÁ (mal e mal)

Num passado próximo, na região de Tatuí, quando uma coisa não era exata ou perfeita, se dizia "malemá", ou seja, mal e mal.  

"Mal e mal [malemá] sabe escrever e quer ensinar".
"A faxineira limpou mal e mal [malemá] a casa."

Fui procurar nos dicionários. E não é que a expressão está registrada lá. Vejam no dicionário Michaelis

Mal e mal: mais ou menos; que é tolerável.


Hoje se diz: "Mal sabe escrever e quer ensinar." e "A faxineira limpou mais ou menos a casa."

estudos / DE VEZ

Uma expressão muito usada num passado próximo quando uma pessoa ia comer uma banana ou manga e ela não estava madura o suficiente: "está de vez". 


A banana está de vez.

A manga está de vez.


Fui procurar no dicionário e não é que ela está lá. Vejam no dicionário Michaelis:




De veza) de maneira decisiva; b) quase maduro; inchado. 


Hoje, em nossa região, pode ser apenas uma curiosidade para os mais jovens, mas ainda é usada em outras regiões, como pude notar nos vídeos do biólogo Daniel Forjaz.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

xilemandra / Redundância da Folha de S. Paulo: manifestantes/manifestação

Ninguém é manifestante antes da manifestação. Logo, o correto seria: pessoas reúnem-se para manifestação na avenida Paulista. Ou: manifestantes reúnem-se na avenida Paulista.

sábado, 26 de novembro de 2016

discurso / Gabriel e Talissa

Gabriel e Talissa:

A vida tem seus encantos, seus momentos eternos, que precisam ser revisitados de tempo em tempo, porque inspiram, dão força, fazem valer a pena. Talvez o maior deles seja o do casamento abençoado. Esse momento único, quando duas almas desejam caminhar juntas para o resto de suas vidas. Entre tanta gente no mundo, vocês se escolheram como companheiros de vida. Por isso, a Palavra de Deus diz que serão dois num só corpo. 

"Aquele que encontra uma esposa, acha o bem, e alcança a benevolência do Senhor", escreveu o sábio rei Salomão. Disse ainda que "a mulher é a coroa de seu marido". Para Paulo, "a mulher é a glória do homem". “Quem ama a sua mulher, ama a si mesmo”, disse o apóstolo. E a Palavra de Deus tem muito cuidado quanto ao trato com a mulher. Pedro recomendou: “maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, para que não sejam impedidas as vossas orações”. Malaquias já havia escrito: "ninguém seja desleal para com a mulher da sua mocidade". E Salomão mostra um caminho para a vida conjugal: “alegra-te com a mulher da tua mocidade... e pelo seu amor sê atraído perpetuamente”.

Mas ninguém foi tão profundo ao falar do amor conjugal quanto Paulo, ao escrever aos irmãos de Éfeso: “Maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a Igreja e a si mesmo se entregou por ela”. Não poderia haver comparação mais sublime que esta. Guardem todos aqueles conselhos bíblicos, mas principalmente este. A mulher deve reverenciar seu marido, mas este tem a missão de dar-lhe a máxima honraria.

Então, uma linda história começa a ser escrita hoje. Por isso, este é um dia especial. A palavra de ordem deste momento é Alegria. Estamos todos alegres porque amamos vocês e estamos certos de que realizam um sonho. E queremos que sejam felizes, prósperos, e que tenham uma vida de muita paz e de harmonia plena.

Que a confiança entre o casal jamais seja abalada. É preciso confiar no amor, na preparação de Deus e na Sua santa proteção. Agora, vocês, Gabriel e Talissa, estarão lado a lado olhando numa mesma direção, no objetivo comum, na felicidade compartilhada. Tudo agora, para ser bom, tem que ser bom para os dois. Nada poderá alegrar a um e entristecer o outro. Porque a maior alegria, a partir de agora, será fazer o outro feliz. Cada palavra, cada ação, cada pensamento deve estar na medida do amor. O respeito cabe na medida do amor, a esperança cabe na medida do amor, a paciência cabe na medida do amor. O que não cabe na medida do amor é o ciúme, a inveja, a intolerância. E vocês devem estar sempre atentos e manter sempre fechada a porta de entrada dos sentimentos destrutivos.

Olhem-se nos olhos firmemente no dia de hoje e eternizem a imagem que veem. Nas horas difíceis, olhem um para outro e vejam a imagem do esposo e da esposa que veem hoje. E o seu companheiro e a sua companheira, mesmo que muitos anos tenham se passado, será este, será esta que veem hoje.  Somente o amor é capaz disso. 

A energia deste momento vai impulsioná-los para a grande jornada que os espera. Nada poderá detê-los. Porque já está escrito: juntos, não haverá estrelas que vocês não possam alcançar, nem sonhos que não possam realizar. Então, corram em direção à felicidade. A felicidade está em Deus. E vocês estarão em Deus. Parabéns!

álbum / Casamento Gabriel e Talissa

Foto: Talita Antunes

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

cata-frases / Luís Roberto Barroso, ministro do STF

"...corrupção não tem partido, ideologia; é um mal em si e não deve ser politizada. (...) Há uma certa mentalidade se disseminando de que o problema é a corrupção dos outros, e que agora, que já me livrei da corrupção dos de quem eu não gosto, nós vamos fazer uma composição geral". (...) Não dá para achar que a corrupção dos outros é grave e daqueles que eu gosto não tem problema. Aí não é combate à corrupção, mas reserva de mercado."

- Luís Roberto Barroso, ministro do STF

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

caderno / Uma resposta sobre Michel Temer e o Golpe 18nov2016

Caro amigo, estamos vivendo em pleno Golpe. Michel Temer era vice-presidente e como tal foi eleito para cumprir um programa de Governo. O Golpe impôs o plano de governo derrotado nas urnas, o do PSDB, neoliberal. A última alternativa do Golpe para derrubar o governo popular foi a cooptação do PMDB. O PMDB foi ameaçado de perseguição semelhante à sofrida pelo PT, deixando como alternativa a associação ao Golpe. O partido de Michel Temer aceitou as condições, mas o Golpe ainda não está concluído. Michel temer não governa o Brasil, mas sim o Golpe. Por isso, os peemedebistas estão sob constante ameaças. Assim, Temer não governa com o programa com que foi eleito, mas sim com o programa derrotado nas urnas, do PSDB. Ele faz exatamente o que Aécio faria, se vencesse a eleição. 

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

meu herbário / Brilhantina [protege contra a radiação UV]

Pilea microphylla (Brilhantina, Dinheirinho ou Folha Gorda).

Planta de baixa toxidade. Inibe 80% dos efeitos da radiação ultravioleta do sol e da radioterapia, protegendo a formação de novas células sanguíneas. Chá 2 a 3 vezes ao dia, reduz o açúcar no sangue até a normalidade. Protege e estimula o pâncreas. Uso durante 30 dias revelou redução de peso corporal, colesterol e triglicérides. Protege o fígado.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

linha do tempo / 4º Seminário de Gerontologia de Tatuí (24 a 27/10/2016)

O 4º Seminário de Gerontologia de Tatuí aconteceu de 24 a 27 de outubro de 2016 no auditório Maurício Loureiro Gama, do Núcleo de Educação Básica Municipal Ayrton Senna da Silva. Promoção da ABG - Associação Brasileira de Gerontologia, através do Fundo Social de Solidariedade de Tatuí e Projeto MelhorIdade.




Paola de Campos, gerontóloga, coordenadora do evento

Coral da Melhor Idade de Tatuí. Regente: Rosa Maria

Tiago Ordonez palestra sobre Envelhecimento Ativo

Thaís Bento falou sobre Como Manter a Memória Saudável


Vanessa Costa ensinou sobre a Voz no processo de envelhecimento

Eder de Luca comanda o coral Vozes de Capivari

Aparecida Costa: Aparência no processo de envelhecimento
Parte da plateia

Parte da plateia

Dr. Elton Fernandes: orientações sobre os direitos dos idosos em saúde

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Fórum / Workshop do Tribunal de Justiça em Sorocaba 20out2016




Da esquerda para a direita: Rubens, Mizael, Marco Antônio, Paulo, Virgínia, Vilma, Valéria, Mauro, 
Eduardo, Marcos e Aníbal. Na foto anterior, aparece ainda Cecília (Ciça).


Acima, turma de Tatuí saindo do Fórum de Sorocaba onde participou de Workshop. No meio, saindo do restaurante Supremus. Embaixo, almoçando no Supremus.

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

cata-frases / Supla

"Minha mãe é golpista, meu pai é petista e eu sou anarquista. Momentos políticos difíceis, né?"

- Supla.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

cata-frases / Reinaldo Azevedo

"...na Procuradoria-Geral da República, o clima no staff de Janot era de desalento. A avaliação quase unânime é a de que Dallagnol se perdeu, encantado com a própria retórica. O que se avalia é que o MPF terá de se dedicar ao esforço defensivo de demonstrar que nada tem contra Lula. (...) "a denúncia de Dallagnol serve para inflamar a opinião pública, mas constrange, na mesma medida, os meios jurídicos. E serão os juízes a decidir, não o clamor popular."

- Reinaldo Azevedo, na Veja.

fotografia /

Foto: Rubens Oficial

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

cata-frases / Eduardo Cunha

"O governo [de Michel Temer] é culpado quando fez o patrocínio [da candidatura de Rodrigo Maia], porque quem elegeu o presidente [da Câmara] foi o governo. Quem derrotou o candidato Rogério Rosso foi o governo."

- Eduardo Cunha, em entrevista logo após a sessão em que se cassou seu mandato na Câmara dos Deputados, no UOL.

sábado, 10 de setembro de 2016

caderno / Formandos Barão de Suruí, 1977, 3º "D" noturno

Adilson Pereira Domingues
Antonio Carlos de Oliveira
Benedito Tadeu de Moraes Teles
Cândido Assunção Filho
Henrique Rafael Miranda
Ivaldir Floriano Ribeiro
Jaury Augusto de oliveira
Jessé de Souza Revoredo
João Gomide
João José de Camargo
José Maria Rossi
Luiz Antonio Coelho
Rubens Antonio Aranha Filho
Rubens Da Coll
Ana Maria Camargo Barros
Clésia Goulart
Eliana Tavares
Enia Yamamoto
Lúcia Aparecida Barros
Margarida Perez da Silva
Maria Aparecida.de Fátima Gama
Maria Rita de Cássia Lobo
Marly Conceição Almeida
Niomara de Cássia Cunha
Sandra Maria Carreiro
Sueli Cassemiro
Suzana Corrêa de Oliveira
Vera Lúcia Souza Moreira
Carlinhos
Fábio

álbum / Feito criança 10set2016




quinta-feira, 1 de setembro de 2016

cata-frases / Acir Marcos Gurgacz

"Não foi fácil, foi uma decisão difícil [...] Temos convicção de que não há crime de responsabilidade neste processo. Mas falta governabilidade. E a volta da presidenta neste momento poderia trazer um transtorno ainda maior à economia brasileira". 

- senador Acir Marcos Gurgacz (PDT-RO), na TV Senado.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

sexta-feira, 15 de julho de 2016

entrevistas / Entrevista com Isadora, 3 anos e 10 meses

Faça essas perguntas ao seu filho e poste suas respostas - não trapaceie, poste exatamente o que eles dizem!

Qual é o seu nome? Isadora.
Quantos anos você tem? Treis.
Quando é o seu aniversário? No ano que vem de agosto.
Quantos anos tem a mamãe? 3, 7, 9?
Quantos anos tem o papai? 6.
Qual a sua cor favorita? Rosa.
Qual é a sua comida preferida? Tomate, cebola e frutas.
Quem é a sua melhor amiga? A Emily.
Qual é o seu desenho favorito? Pepa Pig.
Qual é a sua música favorita? Da Loca Loca.
Qual animal você gosta mais? Cachorro.
Qual lugar você mais gosta de ir? Na casa da minha vó.
O que você quer ser quando crescer? Uma fada.
Do que você tem medo? Aranha.
O que você gosta mais de fazer? Pintar com tintas.
O que a mamãe gosta mais de fazer? Trabalhar.
O que o papai mais gosta de fazer? Dormir.
Do que você gosta mais de brincar? Barbie.
O que a mamãe mais fala? Que eu não posso aprontá nem gritá.
O que o papai mais fala? Que eu sou o amorzinho dele, que ele me ama muito.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

cata-frases / Dilma

“Eu não sou Getúlio, não sou Jango, não sou Collor. Não vou me suicidar, não faço acordo, não renuncio”. 

Dilma Rousseff

quarta-feira, 6 de julho de 2016

artigo / Considerações sobre o trânsito em Tatuí

Rubens Antônio da Silva

A multiplicação de veículos em circulação no Brasil nos últimos dez anos trouxe congestionamentos nos centros de quase todas as cidades. É explicável que a oferta de vias de tráfego não tenha acompanhado esse crescimento. Somente não é justificável a falta de providências a respeito. Mas não é o caso de Tatuí. Vamos dizer que as mudanças nas rotas de veículos aqui apenas não tenham sido suficientes ainda.

O que fizemos? O anel viário SP 127 - Jardim Lírio, as ligações Rosa Garcia I – Rosa Garcia II, Santa Luzia - Residencial Guedes... A ligação da Avenida Pompeu Reali com a marginal do Manduca, no bairro Marapé – quem diria! – foi providencial quando da queda da ponte.

Mas o anel viário precisa chegar à SP 141 para ser mais atrativo. A ligação Rosa Garcia – São Rafael precisa ser pavimentada. Há um projeto para a entrada da cidade na Pompeu Reali, mas não o conheço. A nova entrada pelo futuro shopping center, não sei se terá grande impacto na redistribuição do tráfego de veículos na cidade.

A mobilidade urbana foi um dos assuntos tratados na 6ª Conferência Municipal das Cidades, realzada no CEU das Artes nos dias 29, 30 e 1º últimos. Então foi constatado que se criou no município um grande distrito industrial na zona norte e uma concentração enorme de moradias populares na zona sul. Ou seja, os trabahadores precisam cruzar a cidade diariamente. 

Primeira sugestão: criar conjuntos de casas populares próximos às indústrias. Quem sabe no bairro Lagoa Vermelha. É uma opção. Ou nos Fragas, desde que se crie um dispositivo na SP 127 para acesso ao sentido capital. 

No centro da cidade, para descongestionar o trânsito na Rua 11, é preciso separar carros de ônibus. Poderíamos tirar os pontos de embarque no trecho inicial até a esquina da Igreja Presbiteriana. Estudar é sempre bom: e se levássemos o trânsito de ônibus da Rua 11 para a Rua Santa Cruz? Os ônibus subiriam a Rua Santa Cruz até a esquina da Teófilo Gama, convergindo à direita, passando pelo Mercado e retomando a Teófilo até a Santa Cruz, subido para a zona oeste da cidade.

Acabou nosso espaço no jornal, mas podemos pegar uma próxima edição.