domingo, 25 de dezembro de 2016

palavras em desuso: MALEMÁ (mal e mal)

Num passado próximo, na região de Tatuí, quando uma coisa não era exata ou perfeita, se dizia "malemá", ou seja, mal e mal.  

"Mal e mal [malemá] sabe escrever e quer ensinar".
"A faxineira limpou mal e mal [malemá] a casa."

Fui procurar nos dicionários. E não é que a expressão está registrada lá. Vejam no dicionário Michaelis

Mal e mal: mais ou menos; que é tolerável.


Hoje se diz: "Mal sabe escrever e quer ensinar." e "A faxineira limpou mais ou menos a casa."

Nenhum comentário:

Postar um comentário