segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Jatobá do Jardim Gonzaga em 3 tempos - Hymenaea sp.

2011. Foto: Rubens Oficial

2012. Foto: Rubens Oficial

2017. Foto: Rubens Oficial
2012 - O ano em que um monumento natural, orgulho do jardim Gonzaga, foi vencido. No ano de 2011 (adm. Gonzaga II), foi construída no terreno a Creche Municipal Maria Cristina Ferrão Vieira Martins, "abraçando o Jatobá". Depois de construído o prédio, a Prefeitura de Tatuí firmou convênio com o Estado para a realização de perícia na árvore. O secretário Célio José Valdrighi afirmou, na época, que se tratava de uma medida de cautela, mas que não havia qualquer indício de doença no jatobá. A primeira-dama Maria José P. V. de Camargo manifestou preocupação com o destino do belo monumento natural. Dois técnicos do IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas estiveram analisando a árvore no dia 25/07/2012. A perícia custou R$ 9.162,60, sendo R$ 7.691,34 pago pelo Estado, através do Patem - Programa de Apoio Tecnológico aos Municípios. Falou-se, na época, que o laudo apontava que o jatobá estava saudável. Não houve notícia nenhuma, mas a árvore foi cortada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário