sexta-feira, 7 de julho de 1978

SEM INSPIRAÇÃO

Rubens Oficial

Quero escrever de meus sonhos,
mas falta-me a inspiração.
Eles estão aqui dentro do peito,
mas, por mais que volva as ideias
e os pensamentos derrame,
não escrevo uma palavra sequer
que diga o que sinto.

Quero escrever de meus sonhos,
mas não consigo revivê-los.
Uma palavra, talvez,
me abriria o horizonte.
Mas ela não sai.

Num último esforço,
escrevo somente
este poema sem inspiração.

Tatuí, 1978

Nenhum comentário:

Postar um comentário