terça-feira, 7 de julho de 1981

CHAPÉU NA PAREDE

Rubens Oficial


Chapéu na parede,
que fim ele tem?
Não sacia a sede
de ninguém.

Chapéu pendurado,
por que não se vai
no eito do arado
de meu pai?

Chapéu vagabundo
é nosso deleite.
Também serve a casa
como enfeite.


Tatuí, 1981

Um comentário: