segunda-feira, 7 de julho de 2003

insegurança

tenho medo de teus olhos
tenho medo de teus olhos
que lêem, relêem
lêem, relêem
como um punhal
que penetra até os ossos das palavras
.

Tatuí, 2003

Nenhum comentário:

Postar um comentário